0800 722 0216
sd@rnp.br

CDC Acadêmico

Iniciado em 2010, o projeto Cinturão Digital do Ceará foi viabilizado a partir da implementação da rede metropolitana de Fortaleza: a GigaFOR. Com custos que chegavam a R$ 2 mil por megabyte, baixa qualidade de acesso e maior parte dos acessos via rádio, a solução encontrada pelo Estado foi fomentar concorrência e subsidiar a instalação da fibra óptica.

O Cinturão Digital possui a maior capilaridade de rede no interior permitiu que alunos, professores, pesquisadores e funcionários dos Institutos Federais (IFs), Instituições Estaduais (IEESs) e Federais de Ensino Superior (Ifes) do Ceará, além das unidades de pesquisa, também fossem beneficiados.

Graças a iniciativa, o Ceará é foi o primeiro estado a atingir a meta do Programa Veredas Novas, que visa a interiorização das redes de alta velocidade, conectando campi de instituições de ensino e pesquisa distantes da capital. Só no Ceará, já são quase 40 instituições do interior conectadas a velocidades 100 e 500 Mb/s e 1 Gb/s.